Meme: O livro que mais chamou minha atenção nos últimos tempos

Esse meme foi criado pela Janine, do blog Janine Stecanella e eu fiquei de respondê-lo (já estou devendo a um bom tempo!). Então, a intenção do meme é falar sobre um livro que me chamou muito a atenção, mas não necessariamente sendo o meu preferido, apenas aquele que prendeu a minha atenção de forma positiva ou negativa.

Logo quando eu li esse meme, pensei em escrever sobre Querido John, mas depois de ler A Última Música (resenhado aqui), perdi um pouco a identidade com o livro. Assim, pensei melhor e optei por falar com um livro que mexeu muito comigo, que é o caso de A Hospedeira, de Stephenie Meyer.

Duas consciências ocupando um só corpo. 
É possível amar uma pessoa com a mente e outra com o coração?

Quando surgiu a vontade de ler o livro, se devia ao grande fenômeno que Crepúsculo havia se tornado, e sendo da mesma autora, eu resolvi apostar. Porém, logo no prólogo me decepcionei e abandonei a leitura, já que não entendia o porquê daquele curandeiro (Fords Águas Profundas). Depois de um bom tempo e estimulada pelas garantias de que o livro era bom e nem um pouco parecido com Crepúsculo, arrisquei e comprei-o.

Com o livro em mãos, nada mais justo do que lê-lo. E então recomecei minha leitura. As primeiras cem páginas foram uma tortura (assumo!), já que a história era muito maçante e detalhista, e ainda não havia tido lógica para mim. No entanto, depois que a ação começou, os personagens ganharam “personalidade”, o livro se tornou perfeito. Literalmente, devorei o livro em poucas horas.

A história da Hospedeira é incrível, incapaz de se encaixar em qualquer estereotipo, ela encanta e leva a refletir de uma maneira pura e singular. O livro aborda a atitude humana para com os outros, com o Planeta e consigo mesmo. Demonstra como as pessoas tendem a não aceitar e reconhecer a outro, simplesmente por não ter a mesma “aparência” que os demais, abordando como excluímos os diferentes sem ao menos dar oportunidade para mostrarem quem realmente são.

Em A Hospedeira descobrimos que corpo e alma se completam, mesmo sendo “partes” distintas de um ser, e mesmo que ambas as partes sejam separadas, há sempre uma parte dentro de si que aflora os sentimentos, as emoções e o que há de mais profundo em cada um. Ou seja, independente de corpo e alma, quem realmente somos permanece intrínseco a si.

Uma forma linda e sensível de demonstrar o caráter humano da forma mais pura e verdadeira, sabendo que no fundo, a luta entre bem e mal, amor e ódio, felicidade e triste, encontra-se dentro de nós mesmos, cabendo a cada um achar os meios de exacerbar esses sentimentos e torná-los acessíveis para si e os outros. Uma história para refletir e repensar sobre nós mesmos!


Título Original: The Host
Título Nacional: A Hospedeira
Autora: Stephenie Meyer
Ano de Lançamento: 2009
Número de Páginas: 560 páginas
Editora: Intrínseca
Sinopse: A Terra foi ocupada por um inimigo que não pode ser detectado. O humano se tornou hospedeiro desses invasores: sua mente é extraída, enquanto o corpo permanece intacto. A nova consciência que o ocupa passa então a conduzir sua vida, que aparentemente prossegue sem alteração.
A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Melanie Strider não. Junto aos poucos remanescentes de nossa espécie, ela vive em segredo. Até, um dia, ser capturada.
Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, fora alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, as sensações tão intensas, a persistência das lembranças e das memórias, vívidas demais. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente.
Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos humanos que ainda resistem. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por aquele humano a quem, contrariadamente, foi submetida.
Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que as duas amam.


Dica: quem não leu, leia! O livro é grande, mais de 500 páginas, tem um início pesado e de difícil compreensão, mas merece ser lido. Se você pensa que vai encontrar alguma similaridade com Crepúsculo, esqueça! A Hospedeira é um universo a parte, melhor composto e com uma temática reflexiva e profunda destinada a um público adulto. Romance como poucos e na sua forma mais verdadeira, que vai de encontro com a compreensão do ser humano. Lindo, romântico, encantador e sensível! Leitura obrigatória!!! :D

ps: sem melação do tipo Edward Cullen! Ian é perfeito © Quero um pra mim!!

pps: seus direitos foram comprados para produção cinematográfica, ou seja, filme à vista!

14 comentários:

Ana Elisa disse... [Responder comentário]

Esse livro é muito lindo! Tbm odiei o começo, foi torturante, mas depois fico perfeito e eu não conseguia parar de ler!

Augusto Moitas disse... [Responder comentário]

Adorei a ideia, mas o livro nao. Eu ganhei o livreto e li um pouco ele(nem foi o livreto todo), achei muito confuso e chato. Qualquer coisa eu peco emprestado para minha amiga, mas nem sei. ;/
Muito bom o post.

Vanessa disse... [Responder comentário]

Ainda não li ><"
E poxa... eu gosto da melação do Cullen kkkk

Samantha disse... [Responder comentário]

Eu tô com esse livro pra ler faz muito tempo, mas o fato de ser da SM me tira toda a vontade de encarar.
E pior já vi muitas opiniões distintas sobre ele, sinceramente não me empolga, quem sabe uma hora eu crio coragem!! bjks ;)

Pri :) disse... [Responder comentário]

Tenho esse livro há qs 1 ano e ainda nao tinha lido, mas depois desse post, será um dos proximos da minha lista :D

'Dani disse... [Responder comentário]

Amigaaa amei o post!! *--*
Nao li ainda. Assim como AUM, eu qro ter em mãos =)
mas vc só me deixou com maais vontade de ler *--*

Ps.: "Independente de corpo e alma, quem realmente somos permanece intrínseco a si". OK, paguei um pau pra essa frase, admito u.u

Pps.: vo começa a faze vc compra esses livros pra mim. Mais da metade q eu qro ler é indicação sua...

uahsuhasuashuash

Dady disse... [Responder comentário]

Olha, tenho uma preguisa tremenda de ler esse livro, uns dizem ki é bom, outros dizem ki não. Mais vo arrisca, o começo de Stray tbm é um tedio e eu aguentei, então tbm aguento A hospedeira. =D

\o/

Nanda disse... [Responder comentário]

Ei Rê,

Comprei A Hospedeira baratinho a pouco tempo, quero muito ler mas a fila ta gigante rs

Adorei seus comentários sobre o livro.

bjo

Mellory Ferraz disse... [Responder comentário]

Eu nunca consegui relacionar esse livro com a autora meyer! É simplesmente inaceitável que ela tenha escrito tanto Crepúsculo quanto esse, que me parece incrível e totalmente diferente do primeiro.
Mas isso me deixa ainda mais admirada com o talento da escritora.
Ultimamente estou bem inclinada a ler livros de ficção - até porque estou escrevendo um romance de ficção.
Comprei o livro ontem, que estava em promo na Americanas por 9,90. Não vejo a hora de tê-lo em mãos *-*
Ah! Eu não poderia deixar de mencionar seu vocabulário - ÓTIMO! Amei *-*

Lu disse... [Responder comentário]

OI RÊ. EU TENHO ESSE LIVRO, MAS AINDA NÃO LI POR FALTA DE TEMPO. ESPERO GOSTAR DELE, POIS NÃO SOU MUITO Ã DA SÉRIE CREPÚSCULO. ^^
BEIJOS.

Ká Guimaraes disse... [Responder comentário]

Estou curiosa, ainda não li da pra crer, muitos dizem que é bom, vou ver se compro na proxima compra asuauhua
bjkasssssss

Tati_Lautner disse... [Responder comentário]

Eu li o livro (uma amiga emprestou) a algum tempo atrás e assim como vc não gostei do começo, achei meio chato e complexo, mas ai quando a historia foi mais bem explicada, a ação começou eu não conseguia mais parar de ler...por fim ameiiii o livro e to querendo comprar pra poder reler.
A história é muito boa mesmo e o livro vale a pena :)

Sora Seishin disse... [Responder comentário]

Oi! Acabei de ver seu recado no meu skoob ^^

Eu também AMEI esse livro, e gostei mais que de Crepúsculo. Não sabia que ia virar filme, fiquei curiosa para saber como vão conseguir mostrar na tela as duas personalidades (Melanie/Peregrina).

Abraços!!

Ellen Cristina disse... [Responder comentário]

Eu adorei esse livro *-*
Comecei a ver varias coisas com "outros" olhos depois de ler A Hospedeira, me surpreendi com esse livro, ñ tava esperando muita coisa da Stephenie depois de Crepusculo...mas fiquei muito impressionada!!

Postar um comentário

 
Guria que lê © 2010 | Desenvolvido por Chica Blogger | Voltar para o topo