2012, Uma Aventura no Fim do Mundo – Vanessa Bosso

2012__UMA_AVENTURA_NO_FIM_DO_MUNDO_1275169124P

 

 

 

“Amigo, escute com atenção: em 21 de dezembro do ano de 2012 algo muito singular irá acontecer com nosso sistema solar e, em consequência, com o nosso planeta. (...) Nada irá vazar até o momento certo, e, quando vazar, não haverá salvação”.

2012 – Uma Aventura no Fim do Mundo, página 15

 

 

 

Os antigos profetizaram esse dia a muito tempo, dispondo a quem quisesse este precioso conhecimento. Apesar das crenças e teorias acerca deste momento, nada foi feito. 2012 inicia trazendo consigo um fardo de renovação e recomeço que todo novo ano propicia, mas apesar de todas as expectativas em torno dele, o planeta tinha outros planos. Uma era de mudanças está prestes a começar e com ele o fim do mundo como conhecemos. O fatídico dia se aproxima, e o que resta...? Lutar ou aceitar o destino? Se abrir ao conhecimento ou negar os fatos? Viver, se entregar ou morrer na ignorância? Essa é a história de Liz, Thiago e muitos outros... Bem-vindo a maior aventura em meio ao fim do mundo!

 

Liz está de malas prontas e deposita nelas mais do que alguns pertences e lembranças: carrega consigo a esperança de acalentar seu coração e se dar a chance de ser feliz outra vez. A dor pela traição de Cauê a fez adiantar seus planos de estudar Astronomia na Inglaterra e prestes a embarcar no voo para Londres, às feridas daquele amor teimam em ser um peso a mais além da dolorosa angustia pela separação de sua mãe, Beatriz. Mesmo assim, Liz está alegre pela conquista de seu sonho e seguir o exemplo de seu falecido pai ao escolher essa área de estudo como profissão.

 

Alojada no dormitório da universidade, Liz conta com o apoio de sua grande amiga Melissa, que há pouco tempo mora no território londrino, e de Júlia, sua colega de quarto. Uma estranha amizade surge entre as três, que aproveitam os momentos de folga antes do início das atividades acadêmicas para explorar Londres. Mas um ataque terrorista de um grupo denominado ‘Os Salvadores’ e uma misteriosa tentativa de ajuda põe fim aos planos delas e em meio a uma alucinante fuga, ambas conseguem retornar ao Brasil sãs e salvas.

 

Mas a volta ao país não trouxe a paz que Liz esperava e uma onda de sucessivos pesadelos toma conta de si... e da realidade, quando ela passa a ‘prever’ alguns dos desastres que se espalham pelo Planeta. E com todos estes estranhos acontecimentos, Liz toma coragem para enfrentar alguns mistérios do passado, como aceitar o assassinato de seu pai e, de quebra, encontrar as mais difíceis respostas, para as perguntas que ainda nem havia elaborado: ele, como muitos outros cientistas em todo o mundo, sabia sobre o fatídico 21 de dezembro de 2012... o dia em que o mundo irá acabar.

 

Frente as maiores catástrofes naturais que a Terra já enfrentou e o pânico instaurado pelos ataques terroristas, Liz terá a difícil missão de se preparar para o fim do mundo, ao lado de sua mãe e Melissa, enfrentar a separação de Cauê e Júlia e ainda buscar forças para encontrar o misterioso rapaz com quem sonha todas as noites, mas invariavelmente esquece ao acordar. Thiago, da mesma forma, não acorda com as lembranças dos seus sonhos, mas sente uma motivação adicional para lutar pela a sua vida e de seus dois amigos, Matheus e Felipe, e salvar o maior número de pessoas com as informações de seu blog ‘Salve-se quem puder’.

 

Quando o fim do mundo se aproxima, muitas coisas mudam e outras, incrivelmente, passam a ser reveladas. Com uma missão a cumprir, eles serão protegidos para poderem completar seu destino. E no dia 21 de dezembro de 2012... salve-se quem puder!

 

 

“- Isso é tudo muito louco. As pessoas têm um medo tremendo da morte, mas preferem ela a ficar e lutar pela vida. É muito confuso para mim – disse Thiago.

- A miséria em que vamos ficar não atrai para a vida... a morte é muito melhor do que o que vai nos restar – disse Matheus.”

2012 – Uma Aventura no Fim do Mundo, página 92

 

 

Se disser que uma trama que beira a destruição, a morte e o fim do mundo é incrivelmente envolvente, viciante e perigosamente encantadora é errado, sou a primeira a atirar a pedra! É isso mesmo, por mais realista e sofrível que o livro seja, você se vê aprisionado a uma narrativa cheia de reviravoltas e revelações surpreendentes. E por mais que a própria autora, Vanessa Bosso, afirme que o livro tenha uma abordagem espiritualista, e que isso poderia não agradar ao leitor, garanto que a história consegue se valer de fortes conceitos espiritualistas, mas os mesmos são inseridos tão profundamente no enredo, que seus indícios se tornam sutis frente ao grande enfoque futurista e apocalíptico.

 

Para os amantes da ficção, 2012 é um prato cheio. Se valendo de uma belíssima construção cronológica, a história se inicia com a apresentação de alguns momentos da humanidade onde os povos, cientistas ou até mesmo ‘videntes’, definiram a data em que o mundo chegaria ao seu fim e um novo ciclo iria se instaurar. A base histórica já fornece informações suficientes para que o enredo seja um sucesso, mas Bosso foi além, e desenvolveu sua narrativa com muito conteúdo e enriquecendo-a com detalhes peculiares, de como sobreviver e se preparar para o fim do mundo, além de apresentar os dados sobre como o mesmo ocorreria. Toda a construção do livro garante o excepcional trabalho no preparo prévio que Bosso precisou fazer para reunir tantas informações e condensá-las numa narrativa que envolve família, amor em todas as suas formas e destinos a serem cumpridos, já que o livro deixa claro que a chave para sobreviver no ‘novo’ mundo está no amor incondicional (amplamente descrito na história).

 

Apesar de toda a trama se dar em torno do apocalipse e da espiritualidade (já mencionada), o enredo engloba várias áreas do conhecimento, como astronomia, geologia e oceanografia, mas também busca contemplar o lado ‘humano’, refletindo assuntos relacionados ao conhecimento do homem como ser, principalmente no campo da psicologia e nas doutrinas do Ego, Superego e Id. Bem como, durante toda a luta pela sobrevivência, são ressaltados os valores religiosos, a fé, a esperança e a certeza que há uma ‘força maior’ olhando por nós.

 

A história, narrada em terceira pessoa, intercala as visões de Liz e Thiago. Liz detém a maior parte da história e foge dos estereótipos de mocinha indefesa. De início ela já demonstra uma maturidade e segurança nas suas ações, bem decidida e correta em seus julgamentos. O impasse com Cauê é a sua maior insegurança, mas conforme a Terra avança nos estágios que antecedem o apocalipse, os fatos são esclarecidos e os sentimentos são definidos. E as revelações sobre a morte de seu pai são aceitos como ensinamentos e virtudes a serem seguidas. Thiago é o demonstrativo de como o conhecimento pode mudar um jovem, pois apesar de toda a fortuna e bem-estar que sua família pode lhe proporcionar, o jovem busca se inteirar sobre o mundo, e por isso, já estava preparado para o fim dele. Ele se mantem forte e firme, tentando ser o apoio que seus dois amigos necessitam para vencer essa batalha junto de si. Inteligente, sagas e justo, Thiago lutará até o fim para sobreviver e alcançar Liz. Além dos dois mocinhos, fique atento a Melissa, a amiga engraçado e para todas as horas; Bia, o braço acolhedor e a sabedoria dos anos de vida e experiência; Felipe e Matheus, Cauê e Júlia.

 

Com uma abordagem realista, temperada com romance, drama e uma dose futurista, 2012 é um livro irresistível. Devorei o livro em dois dias e de quebra, conquistei quatro leitores (anônimos, pois não leem mais que um anúncio nos classificados) apenas com a leitura do primeiro capítulo. Quer mais? É uma história viciante, em que a cada página você necessita saber mais e mais, esperando pelo que está por vir. Me senti vivenciando as aventuras de Liz e Thiago numa fuga alucinada pela sobrevivência frente a fúria do Planeta e entrei na onda do ‘salve-se quem puder’ (vai que o tal fim do mundo realmente aconteça rsrs)! Arrasador, envolvente e uma leitura imprescindível! Está esperando o quê? Embarque você também nessa aventura!

 

 

“Quem disse que não é perfeito? Todo ser humano nasce perfeito. Mas as provações os levam ao desespero. Vocês se esquecem de quem realmente são, vivem num sonho. E nesse sonho sua essência verdadeira se perde. Vocês sentem um vazio tão grande que começam a preenchê-lo de todas as formas possíveis: muito sexo, muita comida, muito cigarro, muitas drogas, muito consumo. Muito, muito, muito. Menos a coisa que realmente importa: viver plenamente no amor incondicional”.

2012 – Uma Aventura no Fim do Mundo, página 265

 

 

71058_216169690840_6480306_q      InternetLogo

 

 

Título Original: 2012 – Uma Aventura no Fim do Mundo

Autora: Vanessa Bosso

Ano de Lançamento: 2010

Número de Páginas: 288 páginas

Editora: Novo Século – Novos Talentos da Literatura Brasileira

Onde Comprar: AutoraEditoraSaraiva

Sinopse: No dia 21 de dezembro de 2012, Liz estará tentando sobreviver ao fim do mundo em um abrigo antiapocalipse. Thiago e seus amigos estarão lutando contra tsunamis e continentes sendo deslocados pela movimentação do eixo terrestre. Enquanto o mundo acaba, extraterrestres vêm em auxílio dos escolhidos para que uma nova era possa ser iniciada.

Avaliação: «««««

12 comentários:

Mika disse... [Responder comentário]

eu já quero =/
adorei a sinopse, só precisava dar sua opinião mesmo para me decidir ^^

Vulcka disse... [Responder comentário]

Adorei a resenha! Deixou um gostinho de quero mais *-*
Tomara que eu consiga lê-lo antes de 21 de dezembro de 2012. haushuahsu
Se bem que eu tenho medo de extraterrestres :S
Um assunto que me fascina e atormenta!

Miin Trindade disse... [Responder comentário]

Você sabe minha opinião sobre livros que falam sobre o mundo acabando no dia do meu aniversário, sister, mas sua resenha está ótima! Me deixa até com vontade de ler, olha que mágico! :D kk
Beeijos :*

Guto Fernandes disse... [Responder comentário]

Adorei a abordagem do tema, acho que mesmo sendo algo já muito recorrente ainda sim possa ser explorado de formas interessantes. Esse lado mais espiritual da história parece ser bom no seu desenvolvimento, trazendo o leitor mais próximo da trama.

A resenha conseguiu extrair bem a maneira como as temáticas são desenvolvidas e assim também mostrar como o próprio livro se encaixa para cada possível leitor, e creio que ele deva ser um tanto reflexivo, do modo em que cada um sempre irá tirar um pouco de lição para sua vida. A trama me deixou bem curioso a respeito de como o encontro dos protagonistas ocorre. E essa mescla de profundidade em meio a cenários apocalípticos é sem dúvida um grande atrativo!

Parabéns a autora pelo livro, que pelo visto merece a repercussão que tem. E parabéns a minha linda, pela ótima resenha, que como sempre foi capaz de nós mostrar como existem livros nacionais que merecem ser lidos por serem obras-primas e que nos levarão a lugares e emoções sem igual!

Beijos, amor!

Vanessa disse... [Responder comentário]

Nossa, deixe eu respirar! Uau, que resenha fantástica. Depois de ler essa resenha, fiquei com vontade de ler o livro de novo! Hahahahahaha... obrigada Rê, adorei cada palavra e principalmente, a forma como se sentiu lendo 2012. Um beijo enorme!!

Bruna M. Silva disse... [Responder comentário]

Oi Rê,

Uauuu que resenha! Muitas coisas eu não sabia que haveria na história, já tinha lido outras resenhas, mas essa esta completinha!

Em breve irei ler meu exemplar *assim que parar de chegar livros de booktour* hahahaha

Beeeijos

paros28 disse... [Responder comentário]

Maninho é comentário e não uma mini resenha kkkkkkkkkkkkk

E Rê vc tá ficando igual ao seu guto, o livro tem 288 páginas, e você colocou metade das páginas a resenha kkkk, não estou falando que você contou o livro e sim o tamanho da resenha.

Já li algumas resenhas desse livro e poucas fizeram me interessar pelo livro, mas a tua "trocinho do guto" to praticamente saindo correndo do trabalho para adquirir, gostei da visão que vc mostrou do livro.

Parabéns pela resenha

Camila Costa disse... [Responder comentário]

Uau; nunca tinha ouvido falar de um livro com esse tema 2012; me interessei bastante quero ler!
beijos
Camila blog Cabelos ao Vento
http://blogcabelosaovento.blogspot.com/

c8ris disse... [Responder comentário]

nossa parece bem melhor do que aquele filme "2012" quero ler achei bem legal termos duas visões dos acontecimentos ^^

Laiara Martins disse... [Responder comentário]

Ei Rê...
Quando vi o título do livro já fiquei com o pé atrás do tipo "hã, 2012, tá bom..."
Mas lendo a Resenha, tô com os dois pés na frente agora huahsushs
Parece realmente legal, e eu gosto de livros que misturam elementos científicos, informações adicionais, um pouco de história e mantém o mistério e com bastante reviravoltas (Dan Brown né atoooron hehehe)
Então fiquei realmente curiosa a respeito de 2012...
Parabéns pela resenha BFF perdida!!!
Bjusss^^

Lucelia disse... [Responder comentário]

Cai no blog por acaso, pelo Twitter e fiquei até umas 2h da matin a ontem aqui lendo resenhas, vendo as promoções, viciei completamente.. adicionei vários livros a partir das resenhas para minhas futuras compras. Parabéns pelo blog, é sensacional!

Gisele disse... [Responder comentário]

Amei o livro e a sinopse dele...soh não quero que em 2012 aconteça tudo isso..rsrsrsrs

bjus

Postar um comentário

 
Guria que lê © 2010 | Desenvolvido por Chica Blogger | Voltar para o topo