Prateleira Nacional #09

guria_

 

Inspirado na popular série americana America’s got talent, a seção “Prateleira Nacional” do Guria que Lê apresentará os novos talentos brasileiros no campo da literatura. A cada edição um novo autor/ autora terá suas obras apresentadas, bem como o seu perfil e sua carreira literária. Valorize a literatura nacional conhecendo seus autores. Prestigie você também o talento brasileiro!

 

Depois de algumas semanas sem postagem, a coluna que homenageia os autores nacionais está de volta! Dessa vez, quem faz parte dela é Daniela Niziotek, autora da obra surpreendente “Paixão, Drogas e Rock’n’Roll”.

 

Paixão, Drogas e Rock’n’Roll é aquela história que te conquista de um jeito simples e te leva a pensar por muito tempo naqueles fatos e momentos. Há histórias que sempre serão lembradas por sua profunidade de transpor sentimentos e nos fazer emocionar com algo forte, como o amor. E foi com toda essa bagagem de emoções que Daniela aparece por aqui! Boa entrevista ;)

 

 

Daniela Niziotek formou-se em psicologia na Universidade Mackenzie, em 1997, e fez aperfeiçoamento em psicanálise no Instituto Sedes Sapientiae, além de pós-graduação em psicoterapia psicanalítica na Universidade de São Paulo. Tem seu consultório na capital paulista desde 2002. Paixão,drogas e rock`n`roll é seu livro de estreia.

 

 

Guria: Se uma música de rock pudesse te definir, como seria a sua trilha sonora? Qual letra de canção embalaria você, como pessoa?

Daniela: Infelizmente seria “Mais” do Capital Inicial. É uma característica horrível minha, eu vivo desejando as coisas mais improváveis e quando as consigo meu objeto de desejo já é outro. Acho que eu curto o caminho, sabe? O chegar lá é só uma desculpa para caminhar, e no final, tanto faz, porque o lá está sempre mudando de lugar (rs).

 

 

Guria: A literatura sempre é encontrada no cotidiano das pessoas. Como surgiu o seu contato com a literatura? Você é leitora assídua? Como ocorreu essa migração de leitora à autora? Como nasceu essa vontade de criar?

Daniela: Acho que desenvolvi o a paixão pela leitura por influência do meu pai. Ele sim era um leitor assíduo. Lembro de estar começando a aprender a ler e ganhar a coleção completa do Monteiro Lobato dele. Ler faz parte de meu cotidiano, leio muito para o trabalho (sou psicóloga especialista em psicanálise) e leio também nas horas vagas (já que detesto televisão).

Escrever foi uma necessidade. Não escrevo porque quero e sim porque preciso.

 

 

Guria: Como se formou o enredo de “Paixão, Drogas e Rock’n Roll”? Quais foram suas inspirações?

Daniela: Eu tinha um sonho recorrente há alguns anos. Não era bem um sonho, era mais um pesadelo. No início achei interessante, levei para minha análise pessoal, descobri várias coisas sobre mim etc. Mas eu continuava sonhando(!), foi quando decidi escrever. Foi exercício de exorcismo (rs).

Antes que pergunte, não funcionou, eu ainda sonho às vezes, só tento não dar mais tanta importância (rs).

 

 

Guria: O rock nos anos 90 foi marcado pela sua intensidade de sons e de seus personagens. Porque trazer a tona este universo tão adorado pelo público? Qual o diferencial desta época para sua história?

Daniela: Então, a história se escreveu sozinha, não foi algo planejado ou estudado do tipo “vou escrever sobre os anos 90”.

 

 

Guria: A construção dos personagens toma boa parte do desenvolvimento de uma história. Como se deu este processo em “Paixão, Drogas e Rock’n Roll”?

Daniela: Você leu “Seis personagens à procura de autor”? Meus personagens ficavam atormentando, clamando para serem escritos. Por fim, eu me rendi.

 

 

Guria: Brian é o rock star complicado e bagunceiro, que deseja ter todas suas vontades satisfeitas. Vicky é uma garota do interior, tranquila e centrada, com muitos sonhos e planos. Pessoas diferentes em mundos diferentes, mas que juntos se completam. Qual o tempero para este casal ter encantado a história?

Daniela: Acho que o Brian e a Vicky são diferentes, mas complementares e imperfeitos, provavelmente este deve ser o tempero.

 

Guria: O livro conta os altos e baixos de um relacionamento e o quanto a vida tem aparições repentinas, que mudam rumos. Porque tratar de um tema tão delicado, mas ao mesmo tempo capaz de transformar uma história em superação?

Daniela: Superação? Que bom que você leu assim! Nunca pensei em “Paixão, drogas e rock’n’roll” como uma história de superação. Para mim é uma história que define o conceito, criado por mim, de “inelaborável” (rs).

Não é um livro que pretende ensinar algo, não há moral da história, é uma história para ser vivenciada.

 

 

Guria: “Paixão, Drogas e Rock’n Roll” fala muito sobre bandas, show e músicas. Quais foram suas inspirações musicais para o livro? Qual seria a sua trilha sonora para a história?

Daniela: Você acredita que eu sou muito mais fã de MPB do que de rock? Mas acho que se o Fears existisse, teria influência do Queen.

Acho que “Quem de nós dois” da Ana Carolina serviria bem para a trilha sonora do livro. Para quem não conhece deixo o refrão:

E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais
E te perder de vista assim é ruim demais
E é por isso que atravesso o teu futuro
E faço das lembranças um lugar seguro...
Não é que eu queira reviver nenhum passado
Nem revirar um sentimento revirado
Mas toda vez que eu procuro uma saída
Acabo entrando sem querer na tua vida

 

 

Guria: Além de “Paixão, Drogas e Rock’n Roll”, que outros projetos você tem para o futuro?

Daniela: Tenho alguns outros projetos, mas no momento estou focada na divulgação do “Paixão, drogas e rock’n’roll”. Acho que é uma etapa importante. Literatura nacional é sempre uma briga.

 

 

Guria: Se você pudesse ter uma paixão inesquecível, uma droga viciante e um clássico sucesso de rock’n roll, quais seriam suas escolhas e por quê?

Daniela: Sou apaixonada por dança, viciada em cinema e amo “Satisfaction” dos Rolling Stones.

 

 

Proseando...

  • Literatura é um modo de vida
  • Quando escrevo me entrego
  • Livros são apaixonantes
  • O que mais me inspira é a vida
  • Fecho o livro para voltar a abri-lo assim que puder
  • Vai para a cabeceira de tudo um pouco
  • Estou folheando O mundo de Sofia (de novo)
  • Quero na minha estante A Cor púrpura
  • Admiro as palavras de pessoas que me surpreendem
  • O gênero literário que mais me empolga é o realista
  • Um livro A montanha e o Rio
  • Um personagem Julián Carax (A sombra do vento)
  • Um(a) autor(a) Nelson Rodrigues
  • Citação favorita: "Estou pouco preocupado com a beleza ou a perfeição. Eu não ligo para os séculos magistrais. Importo-me, somente, com a vida, com a luta e a intensidade." - Émile Zola
  • Tenho o sonho de viver em paz
  • Paixão, Drogas e Rock’n Roll é para mim uma paixão.

 

Aproveite o espaço para dizer o que você deseja aos seus leitores:

Agradeço a todos que apostaram e se emocionaram com leitura de Paixão, Drogas e Rock’n’roll. Ler um autor nacional principiante é sempre uma aposta, um voto de confiança. Obrigada por compartilharem esta paixão comigo!

 

 

*-*-*-*-*

 

Fiquei muito feliz com a oportunidade – inesperada – de ler este livro. Graças ao Hugo, sempre simpático e atencioso, que me apresentou esta obra e fez questão que eu a lesse. A Daniela, que apesar de ter entrado por acaso nessa vida de escritora, meus parabéns pela obra!

 

E a você leitor, que quer tê-la entre suas leituras, fique de olho que em breve tem promoção do livro por aqui!

 

Até a próxima! Comente... =**

9 comentários:

Thalita Oliveira disse... [Responder comentário]

Adorei a entrevista *o* , bateu a maior curiosidade de ler o livro.. >.<

Bjim, bjim

http://cantinhodeumagarota.blogspot.com

Vulcka disse... [Responder comentário]

Parabéns, Daniela! Ser escritor brasileiro é uma conquista, já que aqui só parecem ter valor os antigos, os que outrora marcaram nosso mundo literário, sem dar espaço aos novos, que muito tem a nos apresentar.

Sucesso com o livro!

Shanellynhá! disse... [Responder comentário]

Adorei a entrevista!
Fiquei louca pelo livro quando li a tua resenha, e essa entrevista me deixou ainda mais MALUCA! uaheuahueh
Parabenizo a Daniela pelo esforço de publicar o seu livro, e compartilhar conosco uma história que com certeza é maravilhosa!
Sim, o "mercado" nacional em relação aos livros não é muito bom, mas sinto que isso vem mudando pra melhor =)
Cada vez conheço mais pessoas apaixonadas pela literatura, e a cada dia aparecem mais autores com talento por aqui, assim como a Daniela, então eu acredito que as coisas vão ficar cada vez melhores para a literatura aqui no Brasil.

=* Rê!
Shanelly Faust
@shanellyfaust

Adriana disse... [Responder comentário]

Que delícia de entrevista, a Daniela é super simpática! Adorei a música que pode acompanhar o livro! Adoro "Quem de nos dois", perfeita! Parabéns a autora pelo livro que pretendo ler muito em breve e parabéns a voce por conduzir tão bem a entrevista, bjo!

Maryzlane Sarah disse... [Responder comentário]

Gente que fofa, parabéns RÊ que você ainda faça muitas entrevistas. *-*

@maryzlane - Mary *-*

Rafael Fernandes Henrique dos Santos disse... [Responder comentário]

Esse livro Paixão, Drogas e Rock’n’Roll, deve ser mt bom, já está na minha lista bjs

Guto Fernandes disse... [Responder comentário]

Esse é um daqueles livros que aparentemente você não dá nada por eles por julgar a história batida ou ser apenas mais um dramazinho e essa entrevista serviu para ajudar a fomentar a ideia real do que se trata e ainda conhecer melhor a sua autora.

Como sempre ótimas perguntas, bem elaboradas e que fogem da mesmice, mas sem soltar spoilers sobre o enredo; parabéns minha linda! (L)

Kaah'riny - disse... [Responder comentário]

Adorei a entrevista! A Daniela parece ser super simpática! É muito legal poder ler entrevistas assim. ^^
Cheguei a conclusão que preciso desse livro, mais um pra minha lista! (:

Sonia disse... [Responder comentário]

É importante que mais escritores brasileiros sejam divulgados. E o livro parece muito interessante. Já está na minha lista.
E assim que fizer outro livro, comunique para nós.

Soniacarmo
Retalhos no Mundo
retalhosnomundo.blogspot.com

Postar um comentário

 
Guria que lê © 2010 | Desenvolvido por Chica Blogger | Voltar para o topo