Prateleira Nacional # 01


Inspirado na popular série americana America’s got talent, a nova seção do Guria apresentará os novos talentos brasileiros no campo da literatura. A cada edição um novo autor/ autora terá suas obras apresentadas, bem como o seu perfil e sua carreira literária. Valorize a literatura nacional conhecendo seus autores. Prestigie você também o talento nacional!

E para começar essa nova seção, apresento Leandro Schulai, autor de Vale dos Anjos.


Título: O Vale dos Anjos - O Torneio dos Céus - Parte 1
Autor: Leandro Manzione Schulai
Número de páginas: 416 páginas
Editora: Novo Século
Lançamento: Agosto de 2010
Preço de Capa: R$: 39,90
Sinopse:
A morte tem o poder de separar um amor? Para muitas pessoas a frase “até que a morte os separe” é a afirmação de que morrer é o fim de tudo, inclusive para o amor. Mas se fizermos essa pergunta para o grego Dimitris Saloustros a opinião será bem diferente. Com uma morte precoce e uma promessa feita à sua amada o rapaz parte em busca do desconhecido Vale dos Anjos, local onde se encontram as maravilhas do paraíso e o medo e apreensão das oito prisões, em busca de cumprir o seu feito. Auxiliado pelo anjo guia de enterro Obelisco cujo humor o ajuda nos momentos difíceis, pela cupido Anne cuja beleza é incomparável e treinado pelo misterioso mestre Ramirez, Dimitris parte em uma jornada recheada de grandes belezas, pessoas marcantes e mistérios complexos que o farão perceber que nada é por acaso e que sua estadia nesse misterioso local já era aguardada a muito tempo . . .



O livro de estréia de Leandro Schulai, lançado em meados de agosto passado, vem de encontro com temas em grande ascensão na literatura, como anjos e mitologia grega. Em meio a uma estória de amor e uma aventura no mundo místico, Schulai nos leva ao “O Vale dos Anjos”, o primeiro volume de sua série.


Leandro Schulai é paulistano, tem 24 anos e iniciou sua carreira literária aos 16 anos, com os primeiros rascunhos de "O Vale dos Anjos", sua primeira publicação. Por amor a literatura e pela ânsia em criar seu próprio livro, enfrentou os desafios da adolescência e finalizou seu primeiro trabalho como escritor. Esse é o início de sua jornada literária e acima de tudo, a concretização de um sonho.


Nessa primeira entrevista do Guria, conheça um pouco mais sobre esse novo talento nacional e sua obra.

1. Como surgiu seu interesse por literatura? O que te motivou a escrever? Você apreciava a leitura desde sua infância ou foi um interesse repentino? Conte-nos um pouco sobre sua descoberta pela literatura.
Bom o meu interesse por literatura surgiu com 13 anos de idade quando fui apresentado à maravilhosa obra Harry Potter. Foi um interesse repentino, pois um amigo meu falava muito bem da obra e eu resolvi comprar por curiosidade, pois éramos amigos próximos. Me apaixonei instantaneamente e desde então virei um fã de literatura tanto que isso me inspirou na escrita do Vale dos Anjos.

2. Além de escritor, você atua na área de informática. Como você concilia essas duas atividades? A sua profissão te influencia como escritor?
Tendo bastante disciplina e força de vontade. Às vezes para se realizar e viver de um sonho você precisa abdicar de algumas coisas. Várias das minhas noites são abdicadas para que eu possa divulgar e escrever o livro, mas vale muito à pena. A profissão me influencia no ponto em que conheço diversas pessoas e suas personalidades e isso me ajuda no momento de criar alguns personagens e também entender as motivações humanas.

3. Como surgiu a ideia de “O Vale dos Anjos”?
A ideia surgiu em 2002 quando eu fui ao cinema assistir ao filme Matrix Reloaded. Eu fiquei tão abismado com o filme e também com o primeiro Matrix que eu decidi que queria criar uma história onde eu montasse um mundo próprio que desse uma explicação sobre a vida de uma maneira diferente. Foi ai que surgiu a ideia do Vale dos Anjos.

4. Qual motivo te levou a escolher a mitologia grega como tema do livro?
Eu sempre fui apaixonado pela mitologia grega e queria criar uma mitologia própria, mas que tivesse uma influência na grega. Por isso que eu coloquei o protagonista como um grego.

5. Você aborda anjos no livro. Como você diferencia os “anjos” do seu livro com a moda literária de anjos?
Os meus anjos são diferentes por que eles são pessoas como nós e no meu mundo qualquer um pode ser um anjo. Eles não possuem asas e não tem relação com os anjos angelicais e também não possuem ligação com anjos caídos e renegados.

6. Um tema delicado que também é abordado no livro é o pós-morte. Como você conseguiu conciliar um assunto conflituoso para compor uma narrativa de fantasia?
Eu conciliei simplesmente não citando nenhuma característica bíblica e religiosa. Também dou um foco na aventura e no romance e  por isso o livro acaba fugindo de uma temática espírita e passa a ser uma ficção da vida após a morte.

7. Apesar de falar sobre a busca pelo amor, o livro promete muita ação. Qual dos dois enfoques é o mais encontrado no “Vale dos Anjos”? Por quê?
No livro 1 o maior enfoque é a aventura, pois o livro é destinado a explicar ao leitor o mundo criado, os personagens e a descoberta dos poderes do Dimítris. A ação fica mais da metade para o final que é quando o livro ganha o embasamento necessário para entrar nesse foco. No livro 2 a ação é muito mais utilizada compondo praticamente 70% do livro junto com os mistérios e o romance.

8. Como você caracteriza os personagens do livro? Conte-nos um pouco sobre eles.
Eu caracterizo de acordo com o tipo de personagem que eu preciso para a trama. O Dimítris por ser o protagonista carrega consigo uma série de traços e também muitos defeitos. Gosto de protagonistas que errem, se confundam e deixem os leitores indignados.
Quanto aos demais personagens eu me baseio dependendo do que preciso. O Obelisco é o fiel amigo e também o cara engraçado que ajuda a quebrar o gelo. A Anne é a garota boa com passado triste e o Brian é o eterno rival. Além deles tem outros personagens cada um à sua maneira que dão o tom à história.

9Você começou a escrever “O Vale dos Anjos” há vários anos. Quanto tempo demorou para compor a estória? Quais recursos foram utilizados para sua composição?
Demorei 6 anos. Eu utilizei sinopses e fichas dos personagens no Excel onde eu sabia o que aconteceria em cada parte e as características dos personagens e a cronologia. Isso me ajudou e ajuda muito, pois faz com que eu não entre em contradição na história.

10. Uma grande dificuldade que um escritor encontra é na hora da publicação do seu livro. Como foi essa etapa com “O Vale dos Anjos”? Você encontrou muita dificuldade?
Por incrível que pareça a publicação foi o mais fácil, pois o livro só foi enviado para a Editora Novo Século e ele foi aprovado de cara. O difícil está na divulgação do livro, isso sim que é a verdadeira barreira a ser quebrada.

11.Como foi a decisão de tornar o livro em uma série? Você sempre imaginou essa opção ou esboçou a ideia ao longo da criação?
Sempre tive  a ideia de fazê-lo como uma série, mas a princípio era uma trilogia. Com o passar do tempo a história cresceu e eu percebi a necessidade de aumentar os volumes. Espero que não aumente mais rs!

12. “O Vale dos Anjos” é uma série. O que os leitores podem esperar nos próximos volumes da série?
Os leitores podem esperar muita ação, mistérios, reviravoltas e respostas! Gosto de fazer o livro ao estilo Lost: respostas seguidas de mistérios! Mas prometo que até o final do livro 6 todas as respostas serão esclarecidas rs!

13. Já tens planejado os próximos livros e o rumo que a série terá? Tem previsão de quando o próximo volume será lançado?
Sim. Os acontecimentos principais estão todos na cabeça e anotados, mas tudo pode mudar. Tenho uma previsão para o final do ano que vem, mas tudo depende do que a editora dirá.

14. Você tem outros projetos em mente? Quais são seus planos literários para o futuro?
Tenho planos para continuar o livro e divulgá-lo o máximo que puder. Tenho ideias para outros livros, mas quero focar no Vale dos Anjos no momento.


Proseando...
«Literatura é a melhor maneira de fugir da realidade.
«Quando escrevo fico em um momento de inspiração onde tento transmitir as imagens da cabeça para o computador.
«As palavras são a melhor maneira de nos expressarmos.
«O que mais me inspira é Linkin Park e Anime!
«O que me distrai é o MSN.
«O que mais amo é realizar os meus sonhos junto dos meus amigos e familiares.
«Livros são a fonte do conhecimento e entretenimento.
«Na minha cabeceira não tem nada.
«Na minha estante tem livros, jogos de tabuleiro, dvd’s e quinquilharias.
«Estou folheando Ethernyt, a guerra dos anjos.
«Quero ler Percy Jackson e o Último Olimpiano.
«Quero na minha estante O Livro de Tunes.
«Admiro as palavras de Eduardo Spohr.
«Curto o gênero literário fantástico.
«Sou fã de futebol.
«Indico acreditar nos seus sonhos.
«Meu maior sonho é publicar os 6 livros da série O Vale dos Anjos.
«Está nos meus planos acabar com a primeira tiragem.
«O Vale dos Anjos é para mim a maior realização da minha vida.
«Aproveite o espaço para dizer o que você deseja aos seus leitores: Desejo que os leitores acima de tudo se divirtam com O Vale dos Anjos. Ele foi criado justamente para aqueles que buscam se distrair, rir e viajar em um livro. E que aguardem, pois o 2º volume de O Vale dos Anjos está ainda melhor!!


Se você gostou de Leandro Schulai e de seu livro “O Vale dos Anjos”, você pode encontrá-lo também no Twitter, no Orkut, no Facebook, no Skoob e também no Blog oficial do livro.


Conheci o Leandro por acaso, simplesmente durante uma atualização do meu skoob quando adicionei seu livro na minha estante e marquei como desejado. Ele me mandou um recado agradecendo pelo apoio e me oferecendo meios de encontrar seu livro. E foi então que pensei em adiantar esse projeto que tinha em mente e ajudá-lo a divulgar seu livro. O que, por sinal, eu adorei!

Espero que tenham gostado do novo espaço do blog! Aproveitem e promovam a literatura nacional! Obrigado ao Leandro pelo carinho e atenção, e principalmente, por apostar no blog (e em mim!) para divulgar seu trabalho!!!

Leia e adicione na sua estante “O Vale dos Anjos” e conheça você também essa nova promessa da literatura nacional!

20 comentários:

schulai disse... [Responder comentário]

Uau! Ficou muito legal! Ver a matéria pronta realmente me deixa bastante satisfeito!

Parabéns Rê!!!

Espero que essa seja a primeira de muitas!

bjs

Leandro Schulai.

'Dani disse... [Responder comentário]

Acho q nunca li um livro sobre anjos...
mas me interessei por esse e assim q der vou ler também!

Amei a nova seção Rê! Precisamos prestigiar mais nossos autores.

o blog continua excelente!

=*

Augusto Moitas disse... [Responder comentário]

ADOREEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEI. O Leandro é muito maneiro e o livro dele parece ser show. Espero sim que aa sie aumente, para nunca acabara *---------* rs
Ta de parabens, pelo blog e pelas resenhas e entrevistas.
Amei.

Karine Marinho disse... [Responder comentário]

ain, entrou pra listinha! Eu ultimamente tô viciada em autor nacional!
Beijos
Karine
girlspoiled.blogspot.com

Nanda Meireles disse... [Responder comentário]

Eu estou apaixonada pelas resenhas que tenho lido sobre esse livro. Tenho orgulho de dizer: Olha, esse livro é de um autor brasileiro! rs
Adorei o post.
Beijos

juliana disse... [Responder comentário]

Adoro suas postagens e achei a entrevista bem bacana. Principalmente a parte do proseando! ;D

De fato, os autores brasileiros merecem mais destaque e reconhecimento no mercado literário. E é muito legal ver que como o Leandro, os sonhos podem sim ser alcançados!

Iris disse... [Responder comentário]

Adorei a nova coluna, Rê! Parabéns :D

Mariana Paixão disse... [Responder comentário]

Amei demais!
E começando com o pé direito, né?!
Tô louca pra ler o livro do Schulai!
E a entrevista tá tão legal, tão completa, tão cheia de curiosidades!
Adorei mesmo, parabéns! *-*

Babi Dewet disse... [Responder comentário]

Sou MEGA fã do Schulai, falo logo! =D
Adorei a nova sessão do blog, flor! Sucesso!

Nine Stecanella disse... [Responder comentário]

O Schulai merece todo sucesso. E pode contar comigo pra apoiar dos talentos nacionais.

Thais Priscilla disse... [Responder comentário]

Adorei a entrevista. E super adorei a ideia da nova seção. Temos sim que valorizarmos os livros e autores nacionais!

Leninha - sempre romantica disse... [Responder comentário]

Parabéns pela nova seção!
beijinhos!

Hérida Ruyz disse... [Responder comentário]

Olá!
Adorei a idéia do Prateleira Nacional.O Lendro é muito simpatico.
BJs

Nanda disse... [Responder comentário]

Oi Rê,

Ficou 10 a nova seção, adorei a entrevista. Muito legal aquele proseando la embaixo, posso me inspirar nele pra próxima entrevista? rsrs mas vou mudar claro, adorei a idéia.

Eu quero muito ler este livro, está na minha lista :)

beijoo

Du disse... [Responder comentário]

resenhas, e agora entrevistas
o que mais devo esperar do blog?
Sucesso Rê!
parabéns

DAN disse... [Responder comentário]

Parabéns pela entrevista flor, me segue, já estou te seguindo, bj

http://danfalandodelivros.blogspot.com/

Era Eclipse (André Siqueira) disse... [Responder comentário]

Muito legal o seu blog e já estou te seguindo.
Quando tiver um tempo, venha conhecer um pouco do meu trabalho!

Confira duas entrevistas:
Jardim de Escuridão - Livro de Bianca Carvalho

Paramita - CD de Luiz Vicunha

BLOG // MYSPACE // TWITTER // ORKUT

mila C. disse... [Responder comentário]

ahh!! adorei a entrevista!!

e assim que eu ver numa livraria vou comprar o ivro =D

parabéns!!!

Ká Guimaraes disse... [Responder comentário]

to lendo este livro dele e amando,muito bom!!!!!!!!!

This Gomez disse... [Responder comentário]

O Leandro é muito fofo, uma pessoa simples e que merece todo o sucesso.

Eu também já trabalho na divulgação da série, quero vê-la concluída e ler todos! Amei a seção, Rê =)

Bjoss

Postar um comentário

 
Guria que lê © 2010 | Desenvolvido por Chica Blogger | Voltar para o topo