Lázarus – Georgette Silen

 

LAZARUS_1277475209P

 

 

“– O que você está vendo diante de seus olhos, Laura, é um Lázarus. (...)

– Então essa criatura – olhei para o vidro – ela é a quintessência? O elemento divino?

– Sim, Laura – Carlo falou. – Todos nós aqui estamos olhando pela primeira vez o que a humanidade buscou por milênios sem nunca ter encontrado. Estamos diante do elixir da vida.” página 299

 

 

Sempre tive a impressão de que já tinha explorado tudo o que o tema de vampiros pudesse proporcionar, que nada mais pudesse me surpreender e ter uma visão inovadora sobre isso... mas felizmente, me enganei bonito!

 

Laura Vargas é uma brasileira formada em Museologia, que acaba de receber uma proposta para ingressar o corpo de curadoria do The City Museum & Art Gallery de Bristol, Inglaterra. Deixando para trás toda uma vida, Laura e Cíntia, sua filha, iniciam esta nova jornada na moderna e conservadora Bristol, cidade natal de seu pai. Ciente do poder de sua nova chefe, Clementine Fevré, Laura enxerga, através de diversas reportagens, o porquê de sua boa fama... mas é o acompanhante de Clementine que chama a sua atenção. Focada em fazer o seu melhor, Laura se entrega ao trabalho buscando fugir do terror que assola a cidade: uma onda de assassinatos inescrupulosos.

 

Durante uma exposição de trabalho, Laura encontra pela primeira vez o desconhecido homem da foto, e apenas uma troca de olhares é necessária para fazê-la ansiar por mais. E Robert, irmão de Clementine, não vai privá-la disso. A presença constante de Robert traz um sentimento, há muito esquecido desde a morte de seu marido, de volta a ela, e ambos se aventuram rumo aos caminhos desconhecidos do amor.

 

Porém, em um momento de solidão, a visão assustadora de um par de olhos vermelhos, durante a exposição revela que os mistérios mais profundos de Bristol estão mais perto do se imagina.

 

Um novo assassinato, fora dos padrões anteriores e mais próximo do local onde Laura viu os olhos vermelhos, deixa-a em alerta e temerosa de que o dono daqueles olhos possa estar envolvido nos crimes. No entanto, Laura se questiona sobre o que Robert esconde por detrás de seus belos olhos castanho e, ao mesmo tempo, busca entender quais são as reais motivações por detrás destes crimes... Porém, ela estará disposta a descobrir estas respostas?

 

 

“– Mas você, Laura, você é como uma brasa constante que a menor brisa faz crepitar de intensidade e iluminar a escuridão para o viajante. Você queima em mim, Laura, e não posso nem quero mais ficar sem essa luz.” página 98

 

 

Lázarus é uma visão inovadora sobre tudo que havia lido de vampiros. Trata-se de um romance sobrenatural, mas com um enredo embasado em ação, suspense e com um toque policial. É uma narrativa em primeira pessoa, muito bem composta, alternando a visão da personagem principal – Laura –, com a de outros personagens. Essa mudança na narrativa permite que o leitor interprete melhor a cena, além de poder explorar os demais personagens e a forma como compõem a trama. A escrita é rica e bem detalhada, e mesmo a história se passando em um local total diferente da realidade brasileira, ela não carece de elementos bem compostos e finamente apresentados, exaltando características do ambiente bem como dos personagens.

 

O livro é dividido em três partes (livro um, dois e três) e delimitam momentos importantes na vida de Laura, representando as mudanças que suas escolhas ou o próprio destino causam a ela. Os capítulos tendem a ser iniciados com uma “prévia” do desenrolar da história, deixando o leitor em expectativa e ansiando por descobrir os meios que levaram a tal fato. Tanto que o livro inicia-se com fuga desesperada de Laura, buscando uma forma de “camuflar” sua condição e proteger aqueles que ama e foram deixados para trás, e só então descobrimos o que aconteceu durante os três anos que se passaram.

 

A alusão do título ao personagem bíblico Lázaro foi impressionante e de bom gosto, deu uma imponência maior a história.

 

É interessante a escrita “neutra” e ao mesmo tempo “obscura” de Georgette, a forma como encobre os fatos alternando as narrativas e deixando suspensa a “chave” para desvendar os mistérios, prendendo o leitor até a última palavra, querendo mais, mais e mais...

 

E os personagens... são um caso a parte. Laura é determinada, inteligente e esperta, não se deixa prender por conceitos pré-formados, e apesar da resistência, tem a cabeça aberta para novas ideias. David é o amigo de infância que se deixou levar pelo carinho e desenvolveu um sentimento além da amizade, e se expressa com muito ciúmes, perdendo o “foco” quando exaltado, e tem seu comportamento explicado conforme o desenrolar da história. E o Robert... ah, o Robert (suspiro profundo). De longe, o personagem mais encantador, charmoso, romântico, cavalheiro e, logicamente, misterioso de todos os livros de vampiros! Ele é inteligente e astuto, mas o seu amor e devoção por Laura é fascinante. Impossível não se encantar (e se apaixonar, como no meu caso! Quero um Robert pra mim! rsrs) por ele e buscar entender o que há em seu comportamento misterioso. *respira*

 

Boa construção do núcleo secundário, com personagens bem característicos e com detalhes que influenciam no rumo da história. Cíntia, a filha adolescente e rebelde sem causa (na medida aceitável), age por impulso e não mede as conseqüências para alcançar suas vontades. Eric é um fofo, um “garoto” despojado e alegre, mas que já carrega nos ombros a responsabilidade de um homem. Clementine, Morgana, Josh e Carlo têm suas peculiaridades e cada qual valoriza a história com as suas próprias memórias e qualidades. Ben, Jeanete e Georgina são as partes “fofas” e “familiares” do livro, os “substitutos” da família que Laura perdeu há muito tempo. Representam a amizade, o amor, a benevolência e a segurança que apenas os mais íntimos podem nos passar.

 

 

“– Você nem me conhece. Não sabe quem eu sou de verdade – tentei argumentar.

– Você também não sabe quem eu sou de verdade – ele me olhou nos olhos, alguma coisa mais profunda pareceu se agitar com essas palavras. – Mas temos uma vida toda para descobrir.”  página 98

 

 

Como já demonstrei anteriormente (num vídeo muito animado), Lázarus me conquistou previamente e já tinha meu carinho sem nem ao menos lê-lo. E agora, tem uma fã de carteirinha que não vê à hora de poder devorar a sequência. O livro me surpreendeu com a escrita de alta qualidade de Georgette e mais ainda com um enredo fascinante e muito instigante, em que você não sabe o que esperar a seguir e se depara com muitas emoções. Uma leitura extremamente recomendada!!

 

Lázarus é o primeiro volume da série, que contará com mais três livros: Panacéia (sinopse abaixo e lançamento ainda este ano *Por favor, Novo Século! Publique logo!!*), Nênia e Zênite.

 

 

SINOPSE DE PANACÉIA – Continuação de Lázarus (pode conter SPOILERS)

 

“Espero que haja tempo, pensei, e senti a cabeça ficar pesada e o calor aumentar ainda mais. O ar não parecia fazer parte do ambiente ao meu redor e a queimação e a dor não ajudavam em nada minha respiração.

Ouvi Alexia dar instruções para as outras duas mulheres, que silenciosamente se moviam de um lado para o outro. Então senti meu corpo ser erguido sem dificuldade e ser transportado para outro lugar.

Mas a essa altura eu não podia mais identificar que lugar era esse, nem o que estavam fazendo comigo.

Apenas sabia qual seria o final para mim, isso estava muito claro.

Nem mesmo a cura da Panacéia poderia me salvar agora.”

 

Em Panacéia, Laura se torna o alvo da perseguição de criaturas inumanas e da fixação de Avelar, o líder da Ordem. Usando falsas identidades e disfarces ela foge pelo Brasil, na tentativa de impedir que a Ordem a encontre e com isso obtenha a chave para a Panacéia, a cura de todos os males, que circula em seu sangue. Ao mesmo tempo tenta, com essa fuga, impedir que seus amigos humanos e imortais, incluindo sua filha Cínthia e seu namorado Robert, sejam perseguidos e mortos por sua causa. Apenas mantendo-se afastada e em segredo ela pode garantir a segurança de todos.

 

Quando um misterioso “boato” de que o clã do Reino Unido possuí a cura para o vampirismo começa a circular entre os vampiros, e a proximidade de um evento antigo, marcado por conjunções estelares e antigas profecias causa confusão entre tribos africanas e da América do Sul, a caçada começa. De um lado estão os vampiros que almejam por uma salvação, e de outro o interesse de Avelar, um desejo muito mais perigoso do que se pode imaginar. Criando alianças com outros clãs e com o megister David, ao mesmo tempo em que enfrentam uma seqüência de ataques no continente europeu, os vampiros do clã Di Feveré descobrem novas e perigosas armadilhas para os imortais, que podem alterar o rumo de sua realidade, enquanto Robert, abalado pelo desaparecimento de Laura, enfrentará seus demônios pessoais.

 

Sem saber do que se passa na Europa, para Laura agora só existe uma saída: unir-se aos clãs do pacto no Brasil e partir para uma jornada que a levará ao interior da imensa floresta Amazônica, onde encontrará novos seres mitológicos, passará por experiências desconhecidas e que serão à base da explicação para o misterioso “dom” que ela recebeu do Lázarus. Um dom que a faz se encaixar numa milenar profecia sobre “o sangue puro, o elixir da vida”, e que pode significar a salvação ou o fim de todos os seres. Humanos e inumanos...

 

 

Título Original: Lázarus

Autora: Georgette Silen

Ano de Lançamento: 2010

Número de Páginas: 396 páginas

Editora: Novo Século

Sinopse: Mistério, romance, alta tecnologia, sangue e morte passam a cercar a vida de LauraVargas, museóloga brasileira, após ela aceitar um surpreendente e inesperado convite para assumir o cargo de curadora de arte no The City Museum of Art and Gallery, em Bristol, sudoeste da Inglaterra,a cidade natal da família de seu pai. Disposta a começar uma nova vida ao lado da filha adolescente, Cinthia, Laura se surpreende ao descobrir que nem todos são aquilo que aparentam ser e que a eternidade é muito mais do que um conceito, ou uma simples palavra, quando ela encontra o Lázarus e recebe dele o seu “dom”. Agora, Laura precisa fugir de seus perseguidores, interessados em obter a “cura” milagrosa para todos os males, o dom ofertado pela misteriosa criatura lendária, e que se concentra em seu sangue.

Onde comprar: Submarino

Informações: Saga Lázarus

 

Minha avaliação:

«««««

 

 

 

Quer concorrer ao livro? Então aproveite a chance que a Georgette te dá!!

 

O livro Lázarus tem mais de 200 seguidores no Skoob. Mas que tal subirmos esse número? E ainda ganhar com isso? Então vamos às regras da “Promoção de Ano Novo”.

 

- primeiro: cadastrar-se no site skoob;

- segundo: adicionar o livro LÁZARUS em sua estante de livros no VOU LER

- terceiro: torcer para ser o felizardo ganhador.

 

Fácil né?

 

Quando o livro atingir um total de 300 seguidores no skoob será realizado o sorteio de: 01 exemplar do Lázarus autografado, com marcador também autografado, e envio do prêmio para qualquer endereço no Brasil (só vale Brasil gente, quem morar no exterior terá que custear o envio, ok?)

 

Gostaram? Uma ótima chance! ‘Bora participar e divulgar então =D

 

O sorteio será feito pelo site random.org.

11 comentários:

'Dani disse... [Responder comentário]

Ô/
nem preciso dizer q me empolguei neh?!
livro sobre vampiros e ainda por cima brasileiro?!
esse com certeza eu tenhu q ler^^
mais uma excelente resenha Re! continua assim e eu nao vo acha tempo pra ler todos os livros q vc faza... ahh eh... jah nao acho =S
auhsuashuashuash
=*

Guto Fernandes disse... [Responder comentário]

Adorei a resenha, sempre me senti atraído pelo livro, mas nunca tinha tido chance de ler alguma resenha ou info sobre o mesmo. (E o que mais me deixou assim foi justamente o título)

A hístória é bem interessante ainda mais por se tratar de um novo foco para a narrativa vampiresca(Primeiro que tem "tons" policiais que me recordo). Também parece ser de muito importancia essa alternacia no ponto de vista da narrativa, pois como hj mesmo discuatimos (eu e meu "revisor") a narrativa em primeira pessoa prejudica o conhecimento de outros nucleos da trama, e da separaçao em "livros", dá um ar de que as coisas mudam drasticamente de um para o outro.

E agora com a sinopse da sequência fico ainda mais tentando a ler!! (E vc vai ter q me emprestar ele!!)

Adorei a resenha, conseguiu expor os pontos bons e atraentes da obra além de alguns que não me agradam muito (rs). Meus parabéns amor... Ficou ótima!!

(E eu perdi a chance ser o primeiro, mas ao menos o segundo consegui ser!!!)

Beijos minha querida♥... e ainda mais sucesso e livros pra ti!

georgette silen disse... [Responder comentário]

Oi Rê!!
Muito obrigada pela resenha, ficou show!! agradeço de coração pelas palavras e espero que os seguidores do blog também apreciem a leitura do livro tá?
Super abraços

luciane_rangel disse... [Responder comentário]

Pra ser sincera, não sou fã de histórias de vampiros (ei, peraí, não me joguem pedras! T_T rs). Mas esta me pareceu bem diferente do convencional. Fiquei com vontade de ler.

Estou participando da promoção =)

Ah, e quando vi a capa comecei a rir lembrando do vídeo q vc a mostrou ("tem uma mulher aqui na capa!!!" rs)

Parabéns a autora! E muito sucesso com o livro ^^

Bjos, Rê! =)

paros28 disse... [Responder comentário]

Depois de tomar insulina, por causa do comentário açucarado por uma calda doce de palavras de uma certa pessoa, agora estou saudável pra comentar.

Estou doida pra ler o livro, fiquei mais doida agora por culpa tua, esse mês esse livro não escapa.

Ótima resenha, em todas as resenhas que tinha lido, nenhuma esclareceu tão bem o livro como a tua, qdo crescer quero fazer resenha igual a você.

Beijos cunhada

Mireliinha disse... [Responder comentário]

Conheci esse livro através do seu blog, rê! E depois procurei saber sobre ele e fiquei curiosa!

Sua resenha me deixou com mais vontade ainda de ler, rs.

E como a Lu, quando eu olhei a capa só me lembrei de você falando da mulher, rs. :P

:**

Miin Trindade disse... [Responder comentário]

Qdo crescer quero fazer resenha igual a você. +1

Amei a resenha, irmã. Só espero ainda ter money money pra comprar o livro!

Beeeeeijos

Ana Carolina Nonato (BLOG O DESAFIO DE CADA DIA) disse... [Responder comentário]

Olá!

Apesar de não gostar muito da temática, esse livro me chamou a atenção e com certeza quero lê-lo! Imagine se eu ganho, então?

Abraços, sucesso e feliz 2011!

Fabiano "BALOO" Santos disse... [Responder comentário]

Não gosto de vampiros... que dizer desses vampiros que mais parecem vaga-lumes não. Gosto de Vampiros, com "V" maísculo e bem forte.
E parece que depois de uma leva de vampirinhos e insetos que brilham a luz do sol... KKKK vem algo impressionante por ai.
Sim, pela primeira vez um livro de vampiros tá mexendo comigo.
Eu quero ler esse livro e ver se é bom como a Condessa diz que é.


Então já coloquei no vou ler no skoob, agora é esperar. Pq tenho certeza... o sortudo será o gordinho aqui.




LEIAMOS!

Rafael Sales disse... [Responder comentário]

Que resenha maravilhosa Rê.
Pela sua animação no video anterior eu não espera menos que isso XD
Um texto muito bem escrito, com detalhes maravilhosos e uma visão completamente surpreendente sobre a leitura

Adorei o modo como vc descreveu Lázarus. Me deu vontade de ler e irei comprar sem duvida

Chega de Vampiros lantejoulas neh. KKKKKKKKK

Abraços minha querida !
Parabéns por mais um post lindo.
Ainda mais por se tratar de Literatura Nacional.
Não sei por que, mas dou o maior apoio na divulgação desses trabalhos brazucas =P
Rsrsrs

A Guardiã disse... [Responder comentário]

Adorei a resenha amiga...já estou aqui com o meu Lázarus que a Georgete me mandou!!! Estou louca para começar a ler!!
Bjs!!

Postar um comentário

 
Guria que lê © 2010 | Desenvolvido por Chica Blogger | Voltar para o topo